domingo, 1 de janeiro de 2017

[Retrospectiva] Tretas e Filmes que marcaram 2016!

FELIZ ANO NOOOOVO CRIANÇAS! <3
E sim, eu esperei 2016 acabar para fazer esse post, porque...né? Foi um ano cheio de surpresas e até acabar de verdade - e olha que demorou - fica aquele receio no ar, aquele vai, não vai, a expectativa... 
2016 foi o ano das possibilidades, pois tudo de improvável que tinha para acontecer, aconteceu - pegando todo mundo de surpresa! Entre tanta coisa doida que aconteceu, separei as principais que marcaram o meu, o seu, o nosso 2016 \Õ/ \Õ/ \Õ/ 

Tretas e Acontecimentos 
Oscar do Leonardo DiCaprio

É unânime! Quando perguntamos "mas quando foi que 2016 começou a desandar?" a resposta não tinha como ser diferente! O Oscar do Leo DiCaprio, que colocou fim a uma incrível era de memes inesquecíveis, deu início as bizarrices que viriam esse ano! 
28 de fevereiro foi o início de tudo! - fomos avisados, mas não entendemos os sinais =O

Mortes 

Alan Rickman, David Bowie, Carrie Fisher e sua mãe Debbie Reynolds,George Michael, Ruben Aguirre foram só alguns dos grandes nomes do cinema e da música que saíram cedo dessa festa louca que foi 2016. Já sentimos saudade com certeza!

TeamCap x TeamIron

A causa de várias tretas, discussões e rompimento de amizades entre nerds de todas as idades e em várias partes do mundo - foi uma treta internacional!. O marketing de Capitão América: Guerra Civil quebrou a harmonia e polarizou o mundo. Sem dúvida a escolha de um lado causa discórdia, como Xbox x Playstation, Biscoito x Bolacha, mas nenhuma foi tão forte quanto TeamCap e TeamIron

Esquadrão Suicida

Essa rendeu discussões longas. Longas mesmo! Antes do lançamento de Esquadrão Suicida, as críticas foram quanto ao tamanho do "uniforme" usado por Margot Robbie. Depois do lançamento as criticas foram para a má roteirização, personagens desnecessários, e até o excesso de cores... Mas após uma análise mais profunda, o foco foi, com razão, a romantização do relacionamento de Coringa e Arlequina! - sério gente, quem consegue ver romance nisso? Se você viu, volte a 2016 e perca sua vez, pois houve um erro grave de interpretação!

Johnny Depp como Grindelwald?

Em todos esses anos nessa industria vital, essa foi a polêmica mais estranha que já vi!
Depois de ser acusado de agredir a esposa, Amber Heard, a internet explodiu em críticas a Johnny Depp e movimentou um boicote ao filme em cartaz na época, Alice Através do Espelho. A treta foi tão forte que durou até o lançamento de Animais Fantásticos e Onde Habitam, quando pouco antes do lançamento do filme foi divulgado que Johnny Depp faria Grindelwald.

Filmes de 2016
Apesar de coisas estranhas terem acontecido, 2016 teve ótimas estreias no cinema, como remakes, adaptações, revivals, sequências e live actions - que também são esperados para esse ano! 

Deadpool (vemk tem post) - Capitão América: Guerra Civil - X-Men: Apocalipse
Muita gente diz que o último filme do arco iniciado em "Primeira Classe" é terrível e com certa razão, pois foi o filme de menor bilheteria da sequência e esteve em várias listas de piores filmes do ano - mas não entendo porquê! Mesmo com toda essa crítica negativa eu gostei muito, não tinha como deixar de fora, né non?!

Invocação do Mal 2 - Procurando Dory - Esquadrão Suicida

Esquadrão Suicida deixou muita gente dividida entre os que gostaram MUITO e os que odiaram MUITO, eu fiquei em cima do muro e pretendo fazer uma resenha sobre ele, em breve! - mas preciso dizer, os efeitos usados na Magia deixaram ela incrível!

Doutor Estranho - Animais Fantásticos e Onde HabitamRogue One: Uma História Star Wars

Animais Fantásticos e Onde Habitam foi o filme que mais estive ansiosa para assistir em 2016. Superou minhas expectativas e mal posso esperar para chegar logo 2018 e assistir a continuação <3
P.s.: Infelizmente ainda não assisti Doutor Estranho e Rogue One =/

Personagens
Escolher personagens é complicado demais! São tantos filmes e personagens que fica difícil selecionar. Mas meu método foi anotar os primeiros personagens que vieram a mente e analisá-los individualmente :D 
E, bom... esses foram os escolhidos:

Valak (Invocação do Mal 2)

A freira de Invocação do Mal 2 foi colocada no filme de última hora, apenas 3 meses antes do lançamento e é medonha. Minha crença na existência de bons filmes de terror estava, quase acabando, até lançar Invocação do Mal 2 com o demônio Valak, que voltará com filme próprio, The Nun - espero que seja bom, diferente de Annabelle ¬¬
Ah, e teve até pegadinha no Programa Silvio Santos

Arlequina

Não tem nem o que discutir, né? É só ver número de meninas (e meninos <3) fazendo cosplay de Arlequina em eventos, como CCXP! Para muitos, Esquadrão Suicida pode não ter sido um filme muito bom, mas acredito que o Pistoleiro de Will Smith e Arlequina foram o que salvaram Esquadrão Suicida de passar batido, tanto que ela até ganhou um filme solo <3

Geraldo (Procurando Dory)

Na boa! Olha a cara desse leão marinho <3
Geraldo apareceu apenas por alguns segundos em Procurando Dory, mas foi o bastante para roubar a cena e ser o melhor personagem do filme!

Pelúcio (Animais Fantásticos e Onde Habitam)

Contra fatos não há argumentos! Tem como não se apaixonar por esse bichinho fofo? O Pelúcio de Newt aparece bem pouco, mas suas sequências são cômicas e fez muita gente se apaixonar e querer um - afinal além de fofo ele também caça tesouros <3


Essa foi a minha lista! E ai, concordam? Faltou alguma coisa? Tiraria alguma coisa?
Me fala ai a sua nos comentários! :D
Ah, e FELIZ ANO NOVO! <3

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

[Resenha] Uni-Duni-Tê, M. J. Arlidge

ÚLTIMA RESENHA DO ANO! 
E o livro da vez foi enviado pela Editora Record - e isso de forma nenhuma influência na resenha - Uni-Duni-Tê do autor M.J. Arlidge! 
livro-uni-duni-te
Uni-Duni-Tê é um livro policial de 322 páginas, escrito pelo britânico M.J. Arlidge e publicado este ano pela Editora Record. Você quer viver?

Um casal é sequestrado e acorda no fundo de uma enorme piscina com apenas um celular, uma arma e nenhuma possibilidade de fuga. Uma ligação estabelece as regras: apenas um pode sobreviver. Dias após, uma das vítimas é encontrada com vida, porém uma nova dupla desaparece e o padrão volta a se repetir. Helen Grace, detetive-inspetora está a frente da investigação e lidera um grupo de agentes na busca pelo perigoso serial killer a solta no Reino Unido, enquanto lida com problemas pessoais e fantasmas do passado que voltam a assombrá-la.

Uni-Duni-Tê é uma trama policial cheia de suspense e assassinato, com personagens femininas fortes e um serial killer extremamente sádico. Este é o primeiro livro de Arlidge e posso dizer que se saiu extremamente bem. A narrativa usada por ele ocorre em primeira e terceira pessoa, intercaladas entre os personagens e os capítulos, que são curtos e fazem da leitura mais rápida. Sua escrita prende desde o primeiro capítulo e o que mais gostei é a forma como explora os personagens e descreve ambientes. Sobre isso, acho interessante fazer um parêntese, Arlidge é produtor e escritor de séries para TV inglesa, e isso certamente influenciou bastante em sua forma de escrever e construir os capítulos, pois realmente prende e faz parecer que tem uma série rodando na cabeça.

uni-duni-te-m.j.-arlidge

Os personagens são bem construídos e maduros, Arlidge se preocupa em dar profundidade a seus personagem apresentando parte da história de cada um, e, como disse, as personagens femininas, como Helen e Charlie, se destacam mais por sua força e inteligência, com exceção de Emília Garanita - chegaremos lá. Helen Grace é uma personagem enorme, e por enorme quero dizer ampla, profunda e misteriosa - é difícil falar sobre ela sem soltar alguns spoilers. Quase chegando aos 40, Helen é solitária, não tem amigos ou família, tampouco permite que seus colegas de trabalho se aproximem a ponto de criar vinculo, o que a possibilita focar exclusivamente em seu trabalho, diferente de outras mulheres que pensam em constituir família. É uma personagem implacável e reservada, é visível que há vários traumas e coisas escondidas sobre seu passado e personalidade - que talvez nem ela tenha consciência - o que a torna enigmática, tanto que as narrações de Helen são apenas em terceira pessoa, como se nem o autor soubesse o que se passa em sua cabeça. 

Minha única consideração negativa sobre o livro é a personagem Emilia Garanita, repórter que ronda as investigações sobre os assassinatos. Ela consegue ser extremamente chata e desagradável dentro e fora do livro, além de ser totalmente esquecível durante a leitura - me perguntei algumas vezes "quem é Emilia mesmo?" - e dispensável, pois é impossível cogitá-la como suspeita. 

uni-duni-te-livro-m-j-arlidge

Não posso dizer que o serial killer é bom ou ruim, ele é sádico e insano, como todos os assassinos e surge algumas vezes narrando sua história, que fica mais sombria e sofrida a cada aparição ao longo da história. O que o diferencia de outros assassinos da literatura creio não poder falar sem sair um super spoiler, mas confesso que não foi difícil descobri-lo e muito menos diminuiu a graça da história, porque até certo ponto todas as pistas já foram dadas e só resta por em prática todas as táticas decifradoras de mistérios adquiridas nos livros da Agatha Christie

O desfecho foi um daqueles de tirar o folego e fazer o coração palpitar, de ler a última página apenas passando os olhos para depois ler de novo e de novo, até absorver e entender tudo o que acabou de acontecer. A grande sacada do livro sem dúvida é o instinto de sobrevivência, ao ler este livro é inevitável se colocar na situação em que o assassino coloca suas vitimas e mesmo após pensar muito não consegui escolher a melhor opção entre matar ou morrer


Os curiosos são alvos fáceis, não são? São espíritos inferiores, que se alimentam da desgraça alheia. Mas quem de nós pode dizer que não olharia? Que nunca espiou ao passar por um acidente de moto ou por uma área isolada pela polícia? O que procuramos ao olhar? Sinais de vida? Ou sinais de morte?" - p. 122
Em geral, foi um livro muito bom, me lembrou bastante Jogos Mortais - de que sou muito fã :D - e prendeu do começo ao fim. O autor já lançou outros seis livros com a detetive Helen Grace, mas ainda não foram publicados no Brasil - pena! =/


Nota:


m-j-arlidge-livro
Editora: Record
Páginas: 322
Publicação: 2016
Sinopse: Um assassino está à solta. Sua mente doentia criou um jogo macabro no qual duas pessoas são submetidas a uma situação extrema: viver ou morrer. Só um deverá sobreviver.
Um jovem casal acorda sem saber onde está. Amy e Sam foram dopados, capturados, presos e privados de água e comida. E não há como escapar. De repente, um celular toca com uma mensagem que diz que no chão há uma arma, carregada com uma única bala. Juntos, eles precisam decidir quem morre e quem sobrevive. Em poucos dias, outros pares de vítimas são sequestrados e confrontados com esta terrível escolha. À frente da investigação está a detetive Helen Grace, que, na tentativa de descobrir a identidade desse misterioso e cruel serial killer, é obrigada a encarar seus próprios demônios. Em uma trama violenta que traz à tona o pior da natureza humana, Grace percebe que a chave para resolver este enigma está nos sobreviventes. E ela precisa correr contra o tempo, antes que mais inocentes morram.
Adicionar ao Skoob - Submarino - Saraiva

E acabou, gentes! 
Agora posso dizer que 2016, também conhecido como o ano mais DESTRUIDOR desde o Big Bang, tá acabando \Õ/
Me conta, o que achou? Já tinha visto por ai nas internets? Pretende ler? Como tá a vida?
Digam nos comentários  Juro que dessa vez repondo rápido ;)

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

[Resenha] Animais Fantásticos e Onde Habitam

CHEGARAM AS FÉÉÉRIAS! \Õ/ \Õ/
Se eu fechei o semestre com louvor? Com certeza! Agora já posso dizer que sou 20% Psicóloga :P 
E finalmente, depois de algumas semanas, posso voltar a escrever aqui! <3 

claramente eu, fazendo posts :D

E cá estamos! Mais de 5 anos após o lançamento do último filme da saga, Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2 (15 de julho de 2011), de volta a esse universo tão incrivelmente maneiro que J.K. criou... Quem diria!
Como planejado, fui assistir Animais Fantásticos na estréia e foi tão incrivelmente mágico, superou tanto minhas expectativas que me tornei suspeita em dizer qualquer coisa e tive que assistir uma segunda vez para reafirmar a primeira impressão (se foi desculpinha para assistir de novo? 'Magina!)... E não é que acabou sendo melhor que a primeira vez?

Há mais ou menos 1 ano, o primeiro trailer e pôster de Animais Fantásticos e Onde Habitam foram lançados e a internet virou Potterhead, o que não faltou foram posts e vídeos das reações ao trailer. Como era de se esperar, eu também fiz um post e acabei falando sobre o que esperava do filme, porém de forma beeem diferente da maioria (oxi... Você não leu? Como assim? Vemk, clica aqui! \Õ/)E hoje, em resposta a Carol do ano passado, digo: Não precisa ficar com medo não, o filme está incrível e você vai amar. Tanto que vai até assistir duas vezes no cinema - e se empanturrar de pipoca! :D 


Animais Fantásticos e Onde Habitam se passa na Nova York de 1926 com a chegada de Newt Scamander à cidade carregando uma maleta cheia de criaturas capturadas em suas viagens pelo mundo, a fim de estudá-las e catalogá-las em livro (futuramente usado por estudantes de Hogwarts no ensino de Trato das Criaturas Mágicas). Passando pelas ruas de Nova York, a fuga de um de seus animais causa uma pequena confusão em um banco e na tentativa de recapturá-lo, Newt tem sua maleta acidentalmente trocada e aberta pelo trouxa/não-Maj Jacob Kowalski, causando a fuga de cinco de seus animais. Paralelamente, explosões estranhas e sem explicação ocorrem na região ameaçando expor o mundo bruxo.

Primeiramente, esqueça o que aconteceu em Harry Potter, embora este seja um spin-off e carregue muito do universo da saga anterior, Animais Fantásticos acaba sendo diferente em vários aspectos, como a ambientação, a época, as leis e costumes dos bruxos norte-americanos e, principalmente, seu protagonista. Newt Scamander é completamente o oposto do esperado para um aventureiro por ser tímido, introvertido e um pouco desengonçado. Em Hogwarts pertenceu a casa Lufa-Lufa, porém anos depois foi expulso (mas ainda porta uma varinha) por atentar contra a vida humana (com algum animal? Provavelmente!). Sem dúvidas Eddie Redmayne o interpretou de forma excepcional, confesso que a primeira vista algumas coisas na personalidade de Newt me irritaram, como, por exemplo, seu contato visual rápido e desconforto diante de outras pessoas (partes de sua personalidade introvertida) - até concordei quando ele disse que "irrita as pessoas". Mas esta primeira "má" impressão passa assim que o vemos à vontade em contato com seus animais, e fica claro seu amor por eles e o motivo de suas viagens.

Em sua busca pelos animais perdidos, conhece Porpentina "Tina" Goldstein, Jacob Kowalski e Queenie Goldstein. Tina é ex-Auror do Congresso Mágico dos EUA, rebaixada após enfeitiçar uma não-Maj durante suas investigações, e futura esposa de Newt. Jacob e Queenie são personagens impossíveis de não amar e não querer colocar numa maleta com Feitiço Indetectável de Extensão junto com os bichinhos de Newt. Queenie, irmã de Tina, é encantadora, legilimente (ouve pensamentos) e também trabalha no Congresso Mágico, mas como secretária. Jacob é um trouxa que acabou se envolvendo no mundo da magia após ter sua maleta trocada com a de Newt no banco em que fora tentar conseguir empréstimo para abrir uma padaria.


O filme se passa em 1926, ou seja, 3 anos antes da crise que assolou a economia dos Estados Unidos em 1929 e alguns anos após o fim da 1ª Grande Guerra. Estes fatos históricos estão bem presentes nas leis e formação da sociedade bruxa em relação aos trouxas (é possível perceber também que ambas comunidades estiveram ativamente presentes durante a Guerra). As leis da comunidade bruxa americana são extremamente conservadoras, rígidas e segregadoras qualquer tipo de contato com trouxas capaz de expor a magia é proibida, então feitiços de memória são bastante usados.

Embora o filme tenha tido vários acertos, algumas coisas ainda incomodaram e ficaram sem resposta (que podem ser respondidas nos próximos 4 filmes). David Yates (diretor dos 4 últimos filmes da saga Harry Potter) inicia o filme da mesma forma que fez Harry Potter e a Ordem da Fênix, com manchetes de jornais a fim de dar uma geral nos acontecimentos no mundo mágico, de forma a termos noção de que Gellert Grindelwald, bruxos das trevas futuramente derrotado por Dumbledore, está foragido após vários ataques a comunidade bruxa em diversas partes do mundo. Contudo, esse tom de "medo" e "pânico" colocado no início, devido ao desaparecimento de um bruxo perigoso, não está presente ao longo do filme, como se as primeiras e últimas cenas de Grindelwald tivessem sido colocadas de última hora para uma possível sequência. O restante do filme deu destaque para a criatura assustadora que ataca e destrói a cidade, que, à propósito, foi uma surpresa e abre espaço para novas teorias :D

**SPOILER**

O filme deu várias dicas sobre a verdadeira identidade de Percival Graves, como o corte de cabelo, sua atitude suspeita e personalidade manipuladora, a busca paralela à criatura responsável pelos ataques, o modo com fala sobre Dumbledore, e principalmente, o que tornou sua identidade óbvia foi o colar com simbolo das Relíquias da Morte usado por Credence, certamente dado por Percival. 
Quem lembrou de Harry Potter e as Relíquias da Morte, provavelmente matou a charada na cena em que Percival e Credence conversam em um beco e rapidamente surge o simbolo no colar de Credence. No livro, durante o casamento de Gui e Fleur, Vitor Krum fica extremamente aborrecido ao ver Xenofílio Lovegood usando o simbolo das relíquias e diz à Harry que em Durmstrang esta é a marca de Grindelwald, gravada por ele nas paredes da escola e copiada por seus "seguidores". Na mosca! ;)
**FIM DO SPOILER**

Eu não poderia terminar essa resenha sem falar de Credence Grindelwald, certo? Gente, sério! Ezra Miller arrasa. Como assisti apenas ao primeiro trailer, não tinha noção do que esperar, então ele foi uma surpresa das boas e um dos pontos altos do filme. Credence é um garoto perturbado e oprimido, que sofre constantes maus-tratos da mãe e aparenta ter alguns problemas psicológicos (devido aos abusos, talvez?). A interpretação de Ezra foi ótima e incrivelmente forte, conseguiu demonstrar toda dor e o sofrimento que o personagem carregava durante os anos de abuso. Já Johnny Depp como Grindelwald foi totalmente inesperado! Sou fã dele, mas confesso que não tinha grandes expectativas para vê-lo no papel, e realmente, não surpreendeu. Esperava que Grindelwald fosse interpretado por um ator britânico (tinha tantas opções boas...) assim como seu personagem. Mas ok! 

ai mds! Essa cara parte o ❤... T.T

Não há dúvidas de que Animais Fantásticos e Onde Habitam foi um filme mágico, incrível e nostálgico, além de ter várias referências e easter eggs de Harry Potter. Apesar de todas as considerações que escrevi sobre o universo mágico, o que mais gostei foram os bichinhos, me identifiquei muito com a forma como Newt enxerga os animais, o amor e o respeito que tem por eles é lindo e profundo. É um filme que vale a pena ver várias e várias vezes, porque... né? 

Agora só nos resta especular enquanto esperamos o lançamento do próximo filme em 2018 - tá tão longe D=! Algumas coisas já foram confirmadas, como a data de estreia, que será dia 16 de novembro de 2018, os personagens Dumbledore, Grindelwald, Zöe Kravitz como Leta Lestrange, Ezra Miller e o elenco principal :D


Jacob representando geral... Digo isso desde pequena =/

Se você chegou até aqui, Parabéns, esse post ficou gigaaante! E diga, já assistiu ao filme? O que achou? O que gostou? O que não gostou? Superou as expectativas? Qual personagem favorito?
Me conta ai nos comentários :D

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Resenha: iZombie (1ª Temporada)

OLHA EEELA! Sim, genteee estou VIVAAA! (pelo menos estava da ultima vez que chequei O.o) Eu sei que muitos acharam que eu estava morta ou tinha abandonado o blog, mas a única explicação para minha abdução foi: FACULDADE! e toda a parafernália que vem no pacote, como seminários, monografias, aulas, provas, atividades, livros, xérox... just it...

Mas estou ressurgindo dos mortos em grande estilo, com uma resenha super a ver com a minha atual situação :D

izombie-liv-moore-gif
claramente eu, todos os dias!
CÉÉÉÉREBROS! Confesso que não sou a maior fã de zumbis e o único motivo pelo qual comecei a assistir essa série se chama cólica forte no fim de semana, mas não é que eu gostei? :D
Ok, gostar é pouco, achei incrível! 

Em iZombie, Liv Moore leva uma vida pacata como assistente de um médico legista em um necrotério, isolada, sem muitos amigos e com uma fome inassinável por cérebros. O que nem sempre foi assim. Seis meses antes, era focada e residente em um hospital, tinha uma carreira promissora como médica e estava noiva de Major... até um surto zumbi acontecer em uma festa, que não pretendia ir, e acabar se transformando em uma zumbi pálida, loira e faminta.

Ao se transformar em zumbi, Liv foi obrigada a abandonar sua vida e seus planos para isolar-se e proteger sua família e Major. Então, para continuar com suas faculdades normais e a aparência humana, ela se alimenta de cérebros dos corpos que chegam ao necrotério e, ao fazer isso, assume alguns traços de personalidade da pessoa cujo cérebro ingeriu. 

izombie-liv-resenha-netflix

Além de adquirir vícios, manias e habilidades, Liv ainda tem flashbacks (ou memórias) da vida e morte dessas pessoas depois de comer seus cérebros, o que a ajuda em sua nova tarefa de ajudar a polícia a solucionar assassinatos passando-se por médium, após ser impulsionada por Ravi; seu chefe e melhor amigo que conhece seu segredo e passa a estudá-la a fim de encontrar uma cura.

iZombie é baseada em quadrinhos homônimos da Vertigo, DC Comics, porém, pouco tem em comum com a série produzida pelo canal The CWComo eu ainda estou lendo a HQ não posso dizer muita coisa, até porque pouco pode ser dito, já que seguem caminhos distintos, mas posso dizer que a HQ me lembrou muito mais a série Being Human do que iZombie. Na HQ, Gwen Dylan é uma coveira zumbi, amiga de Ellie, o fantasma de uma garota morta 40 anos antes, e Scott, um lobisomem-terrier. Gwen tem que comer um cérebro uma por mês, ou então torna-se um zumbi como em "A Noite dos Mortos Vivos" e, ao comê-los, recebe as memórias da pessoa, o que a faz querer realizar suas últimas vontades, mesmo que implique em buscar justiça quando esta é vítima de um assassinato. 


izombie-hq-img

A série é incrível por vários motivos, mas o principal é Liv. Ela nunca está igual, em cada episódio sua personalidade mescla com a personalidade presente no cérebro que comeu e pela primeira vez posso dizer que não tenho vontade de matar a personagem principal - até porque ela já está morta - pois acabei me apaixonando. Acho que grande parte disso vem da atriz Rose McIver, que se adapta as mudanças constantes e drásticas da personagem e tem um carisma enorme.

Os personagens secundários são bons, mas não se destacam tanto, exceto Ravi, o médico legista amigo de Liv e Lowell - que não direi mais nada sobre ele, senão soltarei spoilers. Ambos são grandes personagens masculinos que se destacam por tudo, menos por sua força. Ravi é inteligente, britânico e tem algo nele que te faria confiar o celular desbloqueado sem medo. Lowell é o Lowell, apenas! (Pois é, eu precisava falar dele de novo <3). Já Major é um personagem de fases que vale ser citado. Nos primeiros episódios ele é legal e faz bem seu papel limitado de ex-noivo perfeito e metido a certinho, mas ao longo da temporada seu personagem é o que mais evolui e em um nível assustador, migrando entre legal e irritante, de um jeito bem bacana.
Blaine, o vilão... bem, não sei o que dizer sobre ele, apenas que ele está lá. Por isso se você já assistiu me diga, porque eu ainda tô bem confusa. 

Outros pontos fortes são o clima nerd de referência aos quadrinhos, principalmente na abertura que, embora tenha diferenças entre a HQ e a série, a aparência e personalidade de Liv se mantém parecida com a de Gwen, assim como a presença do humor negro, porém a série é um pouco mais dramática. Outros pontos legais são as investigações com toque sobrenatural, a história do surgimento dos zumbis e a infestação deles na cidade


izombie-opening-gif

A série já tem 2 temporadas e já foi renovada para sua 3ª. A primeira temporada estreou na Netflix em setembro e tem apenas 13 episódios -choremos! A HQ já está finalizada e tem um total de 28 edições, mas no Brasil foi lançada pela Panini em 4 livros.


NOTA:
E é isso meu povo!
Peço desculpas mais uma vez pela minha abdução, mas foi por motivos de força maior. Creio que agora retomarei a programação normal do blog - can i get an amen up in here? - pois mês que vem ele fará 1 ano. UM ANO DE BLOG, também conhecido como 365 DIAS! Caraca, gentes, dá pra acreditar nisso? \Õ/ \Õ/ \Õ/
Bom, de qualquer forma, já estou de volta :D


Agora é a vez de vocês falarem, já falei demais U_U
Então, já assistiram, se sim, o que acharam? Pretendem assistir? Leram a HQ? Como está a vida ai? Já estão planejando o Natal? Ano Novo? Pavê ou Pacumê? Torta ou Reta?

domingo, 28 de agosto de 2016

5 Filmes de Psicologia para enlouquecer qualquer um!

E ai, gentes, beleza??

Não é miragem, tá mesmo acontecendo! É o segundo post da semana \Õ/ \Õ/ \Õ/


E, para quem não sabe - e até uns 3 anos atrás eu também não sabia - dia 27 de Agosto (também conhecido como hoje) é comemorado o Dia do Psicologo - dia em que a profissão foi regulamentada no Brasil! E eu, como boa estudante de Psicologia e futura Psicóloga, tive que fazer um post sobre isso, certo? :D


*Dois posts na semana... Can i get an amen up in here?*

Certoooo! Então, para comemorar essa data tãão maneira, resgatei a lista de Filmes de Psicologia para enlouquecer qualquer um! (se você ainda não viu, ela tá bem maneira, clica aí :D) que fiz há alguns meses (meses?! É sério isso? Dá p/ acreditar?!)

E aproveitando minha disposição aliada a minha falta de tempo para escrever o post, já que as aulas começaram e eu tô lendo horrores - sério, nunca pensei que reclamaria por estar lendo DDD= fiz a lista em vídeo! :D
Provavelmente agora estarei mais ativa lá no canal (pelo menos de vez em quando...), então se você quer continuar acompanhando as doideras do blog lá nos YouTube's boooora seguir o canal também :D 



Curiosidade: Para me sentir menos doida por falar sozinha enquanto gravo, abro essa foto no pc, para fingir que tem mais gente comigo (aposto que isso me faz parecer mais doida ainda) :D

E é isso gente :D
Agora me diga, como 'tá a vida desse lado? Como foi o retorno as aulas? Já assistiu algum filme da lista? Tem algum filme louco para indicar? (Se tiver, POR FAVOR não deixa de me dizer!) :P