segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Natal Vegetariano Episódio III: A Esperança Nunca Termina

Ceia de Natal passou e... Eu sou vegetariana. Pânico! Correria! Choro! Desespero! 


Esse foi meu terceiro Natal vegetariano e confesso, ainda é bem esquisito, embora seja uma delícia e muito complicado. Obviamente a parte mais difícil é saber o que comer; já que sou a única vegetariana na família à mesa tem sempre um cantinho separado para as minhas comidas.

Sendo vegetariana as pessoas sempre me perguntam 2 coisas: 1 - Por que me tornei vegetariana? 2 - O que eu como? Bom, me tornei vegetariana em 2013, na época eu já doava gatinhos e funcionava como uma ONG: jogavam os gatinhos aqui em casa, eu pegava, cuidava e doava. Fazer isso é muito gratificante, mas senti que podia fazer muito mais por eles - não só pelos gatos e cachorros, e sim todos os animais - parando de comer carne. Então, durante o ano de 2013 fui parando gradativamente de comer, até que em outubro me tornei oficialmente vegetariana. Para mim foi maravilhoso, pois passei a comer coisas mais saudáveis, diferentes, e me sentir melhor e mais saudável também. 

Depois de dois Natais terríveis, esse ano (que não foi diferente) eu me antecipei. Como detesto o Natal, decidi comemorar o Halloween e fazer A Ceia, daquelas de dar inveja. Planejei fazer um super seitan (carne de glúten, que nunca comi) e de sobremesa uma rabanada de forno. O seitan leva bastante tempo para ficar pronto, então comecei a fazê-lo dois dias antes. O processo é mais ou menos assim:

Sovar durante 10 minutos 4 1/2 xícaras de farinha de trigo em 1 3/4 de água, até virar uma bolinha de farinha bem homogênea. Depois cobri-la com água e deixar descansar de 6 a 8 horas. Passado o tempo, é só lavar a massa até a água sair limpinha.

Essa primeira parte foi muito simples, um pouco difícil sovar por tanto tempo, mas sem muita sofrência. O problema começou na hora de lavar. Por algum motivo (acho que não sovei bem o bastante) minha massa virou um grude e tive que lavar em uma peneira, nisso perdi grande parte do glúten, então o batizei de Seitinho. 

Eu estava no controle de novo, fiz um molho delicioso com tudo que tinha direito, água, óleo, azeite, cebola, alho, mostarda, pimenta do reino e uma pitada de curry, o coloquei na pressão e exatos 20 minutos depois, lá estava minha ceia perfeita toda queimada. 


No fim, o Seitinho não ficou pronto para a minha super ceia de Halloween e acabei comendo só a rabanada, que também teve alguns problemas técnicos, mas no geral ficou muito boa. Essa aqui em baixo é a rabanada, o maior orgulho desse Natal/Halloween. 


P.s.¹: Por motivos óbvios o seitinho não foi fotografado =/
P.s.²: Farei o seitan novamente para a festa de Ano Novo e espero muito que dessa vez dê certo.

Feliz Halloween/Natal - atrasado!



P.s.³: A rabanada ficou metida!


8 comentários:

  1. Olá Flor

    Tudo bem??

    Menina eu tive uma crise de riso com prato usando óculos, morta HAHAHAHAHAHA
    o mundo precisa de mais pessoas como você *-* também tenho um gatinho que amo demais OMG<3
    E Também já ajudei em doações apenas de gatos por que ao meu ver e mais difícil, a maioria prefere cachorro mas me parte coração quando vejo um na rua:(, mas estamos no mundo não apenas para viver mas para fazer o melhor a cada dia e sermos melhores a cada dia não é mesmo? em relação a você ser vegetariana, DEUS DO CÉU o problema que pra mim pode faltar tudo mulher menos a carne pelo amor o.o, mas confesso que nunca tentei ser também e admiro pessoas que são, eu não saberia de dizer se conseguiria mas e preciso tentar pra saber, quem sabe um dia? e que pena que seu prato não deu certo ao menos tu comeu Rabanada uhuuu.
    adorei post.
    Beijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooooi Ingrid
      ótima e você??? :P
      KKKKKKKKKKKKKKK Obrigaaaada *---* Que liiiindo qual o nome dele??? *-*
      Verdade, gatinhos são bem mais difíceis de doar, as pessoas ainda tem preconceito com eles, por acharem que são "interesseiros".
      KKKK Ser vegetariana é uma delícia, sério, depois de um tempo, cê se sente tão bem em não se ver mais dependente de carne, descobrir novos alimentos e desmistificar aquela ideia de que "só carne tem proteína". Acho que nunca fui tão saudável na vida :P
      Para os que se importam com os bichinhos mas não conseguem aderir ao vegetarianismo e p/ quem está começando na dieta, tem uma campanha que chama "Segunda-feira sem carne", é bem legal. Aaah, se você quiser um dia experimentar essa dieta pode vir conversar comigo, que apoio não vai faltar ;)
      Beijoo :*

      Excluir
  2. E alias o nome do seu blog e muito legal, basicamente eu todo dia que estou de folga quando chego do trabalho de qualquer lugar, tomo banho e visto pijama e não enojou nunca! Pijamas e coisas Nerds nada melhor *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKK Pijama = Paraíso. Não conheço uma pessoa que não adore um pijaminha :P
      Não tiro o meu nem p/ ir p/ a faculdade e sobre ser nerd e gostar de coisas nerds... pfff nem digo mais nada sobre isso XDDD

      Excluir
  3. Estou seguindo seu blog p te acompanhar sempre!
    vem conhecer meu blog se gostar me segue bjs feliz 2016
    blog: elisangeladecassia.blogpot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi, Cássia, obrigada por seguir o blog
      Já me inscrevi no seu :D
      Bjoo :*

      Excluir
  4. HeHe, é com certeza o Natal deve ser um época difícil pra você né Carol, porque é tanta comidaaaa. Sua Rabanada ficou metida com razão, ta linda, deu ate água na boca, hehehe. bjos
    pequenatagarela.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem fala Edilene... é pééééssimo T.T
      Sofro muito. Essa semana teve mouse aqui em casa, adoro... mas vai gelatina (feita de pele, ossos e cartilagem de bovinos), então fico só assistindo o povo comer.
      Grande parte das coisas tem um substituto, mas o problema é que nem sempre eu consigo arranjar.
      KKKKKKKKKKKK Essa rabanada sambou no Natal, salvou minha ceia e todo mundo gostou :P
      Bjoo :*

      Excluir