quarta-feira, 20 de abril de 2016

10 Filmes Políticos para dar um Golpe no tédio do feriado!

E ai meu povo, beleza? Como passaram de impeachment? Oi? Alguém disse 'impítima'? 
Inevitável não falar dele, certo? Por isso fiz umas alterações nas postagem e decidi colocar esse post na frente, porque, né? Tem tudo a ver com o atual momento político que nosso Brasilzão tá passando. 

Antes de começar, devo dizer que, por motivos de força maior, não manifestarei minha posição política no blog - embora queira muito -, mas sintam-se livres para extravasarem nos comentários (prfv sem comentários do tipo 'Bolsomito 2018', ai já é sacanagem)

Os filmes que escolhi são de vários países e diferentes formas de governo. Então, para você que está afim de se engajar politicamente e se sair bem nas tretas do Facebook, aqui vai uma lista de ótimos filmes políticos-sociais para assistir no feriado:

2 Coelhos
2-coelhos-filme-politico
Nem me lembro quando foi que assisti esse filme, mas está na minha lista de Melhores Filmes Brasileiros, com certeza. O foco nos problemas políticos, a forma como foi filmado e o modo como as coisas se encaixam no final, faz 2 Coelhos ser muito peculiar para um filme BRBR. 

País: Brasil
Sinopse: Edgar encontra-se na mesma situação que a maioria dos brasileiros: espremido entre a criminalidade, que age impunemente, e a maioria do poder público, que só age com o auxilio da corrupção. Cansado de ser vítima desta situação, ele resolve fazer justiça com as próprias mãos e elabora um plano que colocará os criminosos em rota de colisão com políticos gananciosos. 

Olga
olga-filme-politico-
Não consegui terminar de assistir Olga e me arrependo muito! É incrível o que o cinema brasileiro faz quando sai do clássico besteirol. Olga é baseado em fatos reais, mas adota o estilo romântico para retratar a tentativa de implantação do regime comunista no Brasil. Apesar disso, há por trás (até onde vi) uma forte pegada comunista.

País: Brasil
Sinopse: Berlim, início do século XX. Olga Benário é uma jovem judia alemã. Militante comunista, é perseguida pela polícia e foge para Moscou, onde recebe treinamento militar e é encarregada de acompanhar Luís Carlos Prestes de volta ao Brasil. Na viagem, enquanto planejam a Intentona Comunista contra o presidente Getúlio Vargas, os dois acabam apaixonando-se. Parceiros na vida e na política, Olga e Prestes terão de lutar pelo amor, pelo comunismo e, principalmente, pela sobrevivência.

Cidade de Deus
cidade-de-deus
Esse é o filme mais top da lista, então se você não assistiu, você sem dúvida é o diferentão! Não consigo dizer o quanto gostei desse filme, não foi à toa que recebeu indicações ao Oscar, BAFTA e ganhou um Globo de Ouro. Cidade de Deus é um filme mais social, embora envolva também corrupção policial e descaso político.

País: Brasil
Sinopse: Buscapé é um jovem pobre, negro e muito sensível, que cresce em um universo de muita violência. Buscapé vive na Cidade de Deus, favela carioca conhecida por ser um dos locais mais violentos da cidade. Amedrontado com a possibilidade de se tornar um bandido, Buscapé acaba sendo salvo de seu destino por causa de seu talento como fotógrafo, o qual permite que siga carreira na profissão. É através de seu olhar atrás da câmera que Buscapé analisa o dia-a-dia da favela onde vive, onde a violência aparenta ser infinita.

Fome (Hunger)
fassbender-hunger-filme-politico
Hunger é o filme mais pesado e aflitivo da lista - nunca pensei que o incluiria em uma - e aborda a tentativa de separação da Irlanda do Norte do Reino Unido, pelos prisioneiros políticos do IRA (Exército Republicano Irlandês). Além das cenas chocantes e da atmosfera pesada, há uma cena incrível e sem cortes entre Fassbender e Liam Cunningham de quase 20 minutos. (Ali Fassbender provou que é um ator e tanto. Eta hôme talentoso! ( ͡° ͜ʖ ͡°))

País: Irlanda
Sinopse: Durante o ano de 1981, ocorreu um dos mais violentos motins no presídio Maze Prison, na Irlanda do Norte. O evento ganhou proporções alarmantes e no epicentro da rebelião estava o prisioneiro Bobby Sands, que, disposto a levar a mente e o corpo aos limites da capacidade humana, inicia uma greve de fome.

Adeus, Lênin!
adeus-lenin-filme-politico
Adeus, Lenin! é uma comédia dramática -xodózin -, mas mesmo assim não deixa de ser político. Se passa do lado oriental de Berlim, antes da queda do Muro, durante o período de transição política e econômica. 

País: Alemanha
Sinopse: Em 1989, pouco antes da queda do muro de Berlim, a Sra. Kerner passa mal, entra em coma e fica desacordada durante os dias que marcaram o triunfo do regime capitalista. Quando ela desperta, em meados de 1990, sua cidade, Berlim Oriental, está sensivelmente modificada. Seu filho Alexander, temendo que a excitação causada pelas drásticas mudanças possa lhe prejudicar a saúde, decide esconder-lhe os acontecimentos. Enquanto a Sra. Kerner permanece acamada, Alex não tem muitos problemas, mas quando ela deseja assistir à televisão ele precisa contar com a ajuda de um amigo diretor de vídeos.

A Dama de Ferro
a-dama-de-ferro-filme-politico
Como amo tudo que é U.K. não poderia faltar A Dama de Ferro, biografia de Margaret Thatcher. Margaret foi, durante 11 anos a Primeira-Ministra Britânica. O filme mostra sua luta para chegar ao poder e os problemas que enfrentou durante seu governo (fome, desemprego e uma guerra).

País: Inglaterra
Sinopse: Cinebiografia de Margaret Thatcher, ex-Primeira Ministra britânica, que retrata desde a sua infância até o período mais impopular do seu governo, em 1982, quando ela tentava salvar sua carreira nos 17 dias que antecederam a Guerra das Malvinas.



Os próximos filmes eu ainda não assisti (pois é uma vergonha), mas o feriado está ai para isso, certo?

lista-filmes-politicos
V de Vingança

País: Reino Unido/Alemanha/Estados Unidos
Sinopse: Em uma Inglaterra do futuro, onde está em vigor um regime totalitário, vive Evey Hammond. Ela é salva de uma situação de vida ou morte por um homem mascarado, conhecido apenas pelo codinome V, que é extremamente carismático e habilidoso na arte do combate e da destruição. Ao convocar seus compatriotas a se rebelar contra a tirania e a opressão do governo inglês, V provoca uma verdadeira revolução. Enquanto Evey tenta saber mais sobre o passado de V, ela termina por descobrir quem é e seu papel no plano de seu salvador para trazer liberdade e justiça ao país.

A Onda

País: Alemanha
Sinopse: Rainer Wegner, professor de ensino médio, deve ensinar seus alunos sobre autocracia. Devido ao desinteresse deles, propõe um experimento que explique na prática os mecanismos do fascismo e do poder. Wegner se denomina o líder daquele grupo, escolhe o lema “força pela disciplina” e dá ao movimento o nome de A Onda. Em pouco tempo, os alunos começam a propagar o poder da unidade e ameaçar os outros. Quando o jogo fica sério, Wegner decide interrompê-lo. Mas é tarde demais, e A Onda já saiu de seu controle. Baseado em uma história real ocorrida na Califórnia em 1967.

1984

País: Reino Unido
Sinopse: 1984, Londres. O Reino Unido está sob o regime socialista, sendo controlado com mão de ferro pelo partido. Há em todo lugar telas de TV, que servem como os olhos do governo para saber o que os cidadãos fazem. No intuito de controlá-los são exibidas constantemente imagens através destas mesmas telas, relatando as batalhas enfrentadas pela Oceania em outros continentes. Winston Smith vive sozinho e trabalha para um dos departamentos do governo, manipulando informações de forma que as notícias sejam positivas para a população. Até que, um dia, ele passa a se interessar por uma colega, Julia, que o leva até os arredores da cidade. Eles passam a ter um relacionamento, algo proibido pelo partido, que deseja eliminar a libido na população.

Série: House of Cards
série-política-house-of-cards
Okay, agora é sério! Juro que tentei assistir essa série. JURO! Mas não consegui. Cheguei no 4º ou 5º episódio sem entender nada-reupeD:- aí meu cérebro bugou, me senti bem burra e parei. D:
Tem alguém aqui que conseguiu entender essa coisa? Miajude, prfv! DDD: Me exprique nos comentários! Não gosto de ser a ignorantona =C

País: Estados Unidos
Sinopse: Astuto e inescrupuloso, o congressista Francis Underwood e sua esposa Claire são implacáveis na busca pelo poder. Esta instigante série política entra no mundo de ganância, corrupção e sexo de Washington.


Bônus: Dr. Fantástico, Tempos Modernos, O Grande Ditador, Che, A Lista de Schindler, Hotel Ruanda, Mandela - Uma Luta Pela Liberdade, Beasts Of No Nation

manipulação-da-massa
Manipulação da massa? Agora faz sentido! :D
Pronto! Agora é só assistir aos filmes dessa lista que você estará apto para ganhar qualquer briga de Facebook! Garanto :D
Me digam, o que acharam da lista? O que acharam do possível 'impítima'? São #TeamDilma ou #TeamTemer? Tem alguma indicação? Consegue explicar House of Cards? Diga nos comentários :D


18 comentários:

  1. Gostei das indicações, já assisti Olga, Cidade de Deus, Tempos Modernos, A Lista de Sclindler. Prefiro não expressar minha opinião sobre a crise política do Brasil, mesmo que minha vontade seja grande! Tenta assistir o filme todo da Olga! Bjos
    http://isaberenice.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oii! O quão fora da realidade eu s ou por não ter assistido nenhum da lista ainda? :( HAHAHAHAHHA Ai ai, preciso de mais tempo para filmes, séries e livros. Férias, suas lindas, cadê você? :p
    Eu já li 1984 quando tinha quinze anos e adorei, mas não sabia que tinha filme dele! Com certeza será o primeiro da minha lista. E sim, sou diferentona e nunca vi Cidade de Deus, hahaha.

    Beijinhos! <3
    www.janeladesorrisos.com

    ResponderExcluir
  3. Eu acho Cidade de Deus o melhor filme nacional de todos os tempos. Sei que não assisti todos os existentes e tudo mais, mas é meu favorito sem sombra de dúvidas, então já falo pretensiosamente que é o melhor e ponto, hahahaha.
    Nunca assisti Olga, mas já li o livro. De arrepiar MESMO, nossa, chorei o tempo todo. Quero muito ver o filme também.

    Saindo do cenário nacional: AMO A Dama de Ferro. Aliás devo dizer que admiro demais mulheres que assumem papéis fortes na política, como a Margaret Thatcher foi e, por que não dizer, a Dilma é hoje. Eu sei que dos problemas que elas enfrentaram, enfrentam e enfrentarão grande parte acabam surgindo pelo simples fato de serem mulheres... Triste!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Carolzita! A Lista de Schindler é um dos melhores filmes que eu já vi, e Hotel Ruanda é um filme muito triste. Tenho muita vontade de assistir Olga e Dois Coelhos, como já te contei dia desses! Hahaha No mais, adorei sua lista! Parabéns! *.*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooooooooooown salinda <3
      Assiste mew, pega uma noite boladona ai e assiste, tem uns torrents ótimos nas internets, com bastante seeds <3
      Olga eu também tenho que procurar ver o final, faltou só um pouquinho >.<
      Brigaaaada gatona <3
      Bjoo :**

      Excluir
  5. Oi Carol!!! Adorei sua listinha, confesso que ainda não vi todos, mas "V de Vingança" é um dos meus filmes preferidos da vida! Quanto ao possível impeachment é melhor nem comentar, pra mim aquilo tudo é uma palhaçada!

    Beijinho
    eventualobradeficcao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ooown valew :3
      Definitivamente, eu sou a diferentona!
      Quero muito ver V de Vingança, acho que só eu no MUNDO não viu ainda DDD:
      E essa política no Brasil, né? Comofas?
      Tá complicado :P
      Bjoo :**

      Excluir
  6. Adorei ver o V de Vingança, ótimo filme, já vi umas mil vezes haha e estou querendo " A Dama de Ferro" >.<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MAS COMO ASSIM??
      Só eu não vi V de Vingança??? DDDD:
      Preciso veeeer, e você precisa ver a Dama de Ferro, é lindão! Meryl Streep é dona do meu ♥

      Excluir
  7. SO FILME FODA! Adorei, principalmente o primeiro e a onda :) Beijao!

    www.oubliezvoscliches.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Onda <3
      Quero muito assistir, tipo LOGO!
      Acho que vou aproveitar hoje e colocar em dia a lista :D
      Bjoo :**

      Excluir
  8. Sabia que você era esquerdista, danadinha! Estava na cara Hahahaha! Que defende minoria, é a favor dos "diferentões" queimadores de rosca e as grelos duros, titio Lulinha que me ensinou essa! Virou moda ser lésbica ou bissexual, né? Me fala uma coisa, você é lésbica também? Tem cara.

    Nem preciso falar quem é meu preferido para as eleições presidenciais de 2018, né? Bolsonaroo! Sou fascista por isso?

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Adoro o "Cidade de Deus"! E não foi golpe! ;)

      Excluir
    2. Olá Sr. Anônimo - de novo?
      Então, o que eu posso dizer para você?
      Bom, posso começar dizendo que minha posição política não importa aqui - o blog não é sobre isso. Se eu sou ou não esquerdista, não vem ao caso. Sério! Essas definições há muito perderam o sentido quando começou o pseudo-engajamento político pela população. Esquerda, direita, coxinha, petista e afins, são apenas adjetivos pejorativos que as pessoas usam para rotular e separar. Portanto, me abstenho de rótulos e dessa agressividade gratuita de pessoas como você, não divulgando minhas opiniões políticas :D
      Outra coisa, Sr. Anônimo, não sei se você é o mesmo que veio aqui da ultima vez - o que eu acredito ser - mas se for... poxa! Achei que nossa amizade aqui fosse verdadeira =/
      Qual o objetivo de tentar me atingir assim? Minha sexualidade não lhe diz respeito. E em momento nenhum ofendi você ou sua ""opinião"", então por favor, né? Baixe um pouco a bola, se quer mesmo conversar, converse civilizadamente e com argumentos. Gosto de deixar a caixa de comentários aberta, em favor da liberdade de expressão, mas isso não significa que você, ou qualquer outra pessoa possa vir aqui e vomitar preconceito e ofensas. (Ah, e desde quando sexualidade e política andam juntas? - só em House Of Cards)
      Talvez você não tenha entendido, mas o objetivo deste post não foi ditar formas de política e sim apresentar filmes SOBRE este tema, que nas ultimas semanas tem despertado interesse em bastante gente.
      E por fim meu caro, se você vai ou não votar no Jair Bolsonaro, isso só interessa a você. Há muitos anos conquistamos o direito ao voto secreto, não usamos mais cabresto. A única coisa que posso dizer a você é: pesquise seu candidato, não coloque mais um bestante no poder, pois sua escolha não afeta apenas VOCÊ.
      (Aliás, seu candidato está HÁ 25 ANOS ININTERRUPTOS ocupando uma cadeira na Câmara dos Deputados e só agora, em 2015, teve seu PRIMEIRO projeto aprovado! :D)
      Bjoo :**

      Ps.: Cidade de Deus é amorzinho ♥

      Excluir
    3. Desde quando sexualidade e política andam juntas? Engraçado! O que o queridinho da classe LGBT, Jean Wyllys, faz?

      Agora me diga uma coisa, se o Jair Bolsonaro está a 25 anos como deputado, é por que a população do Rio de Janeiro quis assim, por conta da democracia tão falada pela esquerda. Se ele teve seu primeiro projeto aprovado em 2015, é por que a oposição veta a grande maioria. Castração química de estupradores por exemplo, beneficiaria não só feministas como você, mas todas as mulheres do país! Mas coitadinho do esruprador, não é? Ele é uma vítima do sistema! Se ele teve um único projeto aprovado, o que podemos dizer do deputado cuspidor? Ahh, teve o projeto do teatro acessível, né? Ótimo projeto! Mudou a vida de muitos brasileiros. Só de ver a palavra 'golpe'na sua postagem, carol, já se vê sua posição política.

      Mas fique tranquila, não tenho nada contra (nem a favor) da homossexualidade. Gays, lésbicas e transssexuais são pessoas como todas outras. Merecem respeito a partir do momento em que também respeitem o próximo. Mas o que se vê é uma héterofobia (risos), os eternos injustiçados vêem opressão em tudo, tudo é fascismo! Sabe, a vida é muito simples no quesito respeito, respeite e será respeitado. Mas o que a maioria dessa corja LGBT quer, é empurrar goela abaixo sua opção sexual e espalhar a discussão sobre ideologia de gênero em locais os quais nunca deveriam existir, vide cartilha gay.

      Por exemplo, acha isso certo?

      http://revistadonna.clicrbs.com.br/comportamento-2/let-it-go-campanha-que-transformar-elsa-de-frozen-na-primeira-princesa-lesbica-da-disney/

      Qual o motivo por colocar crianças no meio dessa patifaria? Enfim, a esquerda é o câncer do nosso país, não só do país, mas do mundo.

      Excluir
  9. Eu vi dois colehos (ótimo), V de Vingança e a Onda, pretendo ver os outros, ameias indicações, te indico o filme "Trash" com Wagner Moura e Selton Mello vi ontem é é ótimo também, beijão
    http://www.charme-se.com/

    ResponderExcluir
  10. Carol sua loka! Que lista mar linda hein? Sinto lhe informar que sou a diferentona que nunca assistiu "Cidade de Deus". Lembro que na época do filme minha mãe me achava muito nova para ele e não me deixou assistir :o depois disso eu perdi o interesse pelo filme, mas no momento ele já foi adicionado com sucesso na minha lista da Netflix e prometo que vou assistir.
    E cara, você precisa assistir um filme que chama "Ele Está de Volta" (tem na Netflix *.* ). Eu achei meeegaaa TOP! É um filme com uma pegada meio documentário, baseado em um livro homônimo e que representa como seria se Hitler e sua política simplesmente acordasse nos dias atuais. Quando assistir me conta o que achou!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  11. Mais filme pra assistir! Preciso começar a 'torrar' a minha lista de filmes! Ha muitíssimo tempo iniciei Olga mas também não terminei, mas acho que eu não tinha cabeça pra ver o filme e tinha gente demais em volta tirando a atenção! E eu sou a diferentona porque confesso que nunca assisti Cidade de Deus, sei que vi alguns pedaços perdidos aqui e ali mas nunca parei pra ver, mas ainda quero! Assisti A Onda no meu curso técnico! Não lembro completamente mas acho que sim, é um filme que valeu a pena!
    E sou #TeamDilma e estou triste, mas o que fazer a respeito? :/

    Flores de Novembro

    ResponderExcluir