segunda-feira, 4 de abril de 2016

[Resenha] Entre Abelhas

POST DE RESENHAAA! E o filme escolhido hoje (como já puderam ver) é o drama brasileiro Entre Abelhas. Assisti ele nesse fim de semana, mas já tinha visto ano passado, quando lançou nos cinemas e o blog ainda nem existia; mas gostei tanto, que ele MERECE uma resenha!
Lembro que, quando fui ao cinema, vi muita gente pensando que esse seria um filme de comédia, por ter Fabio Porchat e o pessoal do Porta dos Fundos no elenco, mas não é - e por isso muitos saíram descontentes da sala. 

Então, para você que acha que filmes (HUEHUE BRBR) brasileiros são ruins e está esperando ver uma comédia, te apresento esse filme que com certeza mudará sua opinião  acerca de filmes nacionais - e se isso não acontecer, você é o diferentão.  


fabio-porchat-filme

Em Entre Abelhas, Bruno é um editor de vídeos recém separado, que volta a morar em um sofá, no pequeno apartamento da mãe. Deprimido com a separação e com o rumo que sua vida levou, ele não se surpreende quando mais coisas estranhas começam a acontecer - esbarrar em coisas invisíveis, ver carros andando sozinhos e pessoas desaparecendo em fotos. Contando com a ajuda de sua mãe e de um psiquiatra, Bruno não vê melhora e as pessoas continuam a sumir. Sua única saída é afundar cada vez mais na própria solidão. 

O filme começa na festa de despedida de casado de Bruno e, sem nos dar muitas explicações sobre o que está acontecendo, somos introduzidos em sua rotina vazia e sem graça. Bruno é um personagem extremamente deprimido enfrentando um divórcio que não desejava, morando em uma casa que não é a sua e vivendo uma realidade que não esperava. 
Seu círculo social é pequeno - e diminui cada vez mais à medida que pessoas começam a sumir, aleatoriamente. Esse cículo é constituído pela mãe, que passa a tratar o problema do filho por conta própria, com a ajuda de um entregador de pizza que Bruno não consegue ver; o melhor amigo Davi, um cara casado que trai constantemente a esposa e está sempre ocupado com os próprios problemas; e sua ex-esposa Regina, que parece seguir bem a vida após o pedido de divórcio.


fabio-porchat-filme

O interessante no filme, é que não sabemos como Bruno era antes da separação, nem porque a separação ocorreu. Conhecemos apenas aquela pessoa triste, perdida e de poucas palavras que ele se tornou. Aliás, esta é uma das melhores coisas no filme, os diálogos não são necessários para saber e entender o que o personagem está pensando ou sentindo, as expressões de Porchat bastam. 
As abelhas domesticadas da América do Norte e da Europa estão desaparecendo sem nenhum motivo aparente. Enxames inteiros somem de repente e seus criadores encontram a caixa usada para a criação apenas com a abelha rainha e pouquíssimas operárias à sua volta. Na rotina diária à procura de alimento, as abelhas se afastam até 3 quilômetros de sua colônia. Ocorre que não estão voltando para casa. Também não são encontradas mortas no solo próximo às colmeias."  (Planeta Sustentável, 2017)
O final é aberto, coisa que acho muito legal (mas muita gente discorda), já que abre espaço para suposições e interpretações diferentes. Por trás de tudo há uma metáfora relacionada às abelhas, ao sumiço das pessoas ao redor de Bruno e sua depressão (não direi, acho que é spoiler =x). A trilha sonora que acompanha o filme é perfeita: assim como a falta de diálogos é uma forma de diálogo, as músicas também transmitem suas ideias, sendo a do final um misto de esperança e medo. 


fabio-porchat-filme-gif

Por fim, Entre Abelhas é um filme extremamente delicado, mescla o drama e a comédia de forma bem natural, retrata a depressão de forma sutil e com certeza entrará na próxima lista de Filmes de Psicologia para enlouquecer qualquer um, pois ele merece! Tudo nele é ótimo, tanto que o roteiro (escrito por Fábio Porchat e Ian SBF) levou 10 anos para ser terminado. Então, se você não assistiu, POR FAVOR assista! 

Agora preciso saber de vocês, já assistiram? O que acharam? Já ouviram falar desse filme? Querem assistir? Que tal des-bullying-nar um filme hoje?
Me contem mais sobre isso nos comentários ;)

24 comentários:

  1. Que eu me lembre, essa é a primeira vez que sinto uma vontade REAL de assistir a esse filme. Tinha ficado interessada, quando estava entre os assuntos do momento, mas era um interesse um tanto quanto indiferente. Depois, fui me cansando da cara do Porchat (nada pessoal, claro, mas ele aparecia o tempo todo, em todo lugar) e desisti. Sua resenha me fez perceber que o filme pode ser realmente bom!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaaaaah, que bom. Me senti top agora :P
      Então assiste siiim :3
      Juro que vale a pena ver ;)

      Excluir
  2. Oi, Carol! Confesso que fujo de qualquer coisa que me lembre comédia, inclusive Fábio Porchat! Hahaha Mas obrigada pela indicação! Confio no seu bom gosto e com certeza darei uma oportunidade pra esse filme. Pretendo dar mais atenção a filmes brazucas, e um nacional que eu tô querendo assistir é Dois Coelhos, já assistiu?
    Beijocas! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dois Coelhos é MUITO bom!!!
      Assiste, sério, assisteeeeee!
      Procura um torrent esperto e assiste, prfv. Aproveita e dá uma chance p/ o Porchat, ele é maneiro e nem faz graça nesse filme (por isso que o pessoal saiu chateado do cinema) XDD
      Bjoo sua dlç <3

      Excluir
  3. Carol,
    estava super curiosa pra assistir, e sua resenha só aumentou o desejo que estou de assistir ao longa..
    Adoro Porchat, então estou com muita vontade de vê-lo em um papel tão diferente..

    Adorei a resenha!
    Beijoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que boooom <3 <3 <3
      Espero que agora assista e goste tanto quanto eu gostei *----*
      Bjoo :**

      Excluir
  4. Nossa Carol, adorei sua resenha, despertou uma vontade enorme de ver o filme, eu também acho que existem filmes brasileiros muito bons, basta a gente dar uma oportunidade pra eles, não adianta torcer o nariz antes de ver só porque é brasileiro. bjus
    pequenatagarela.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso!
      Muita gente vê BR BR no filme e já sai correndo, sei lá... Somos muito antipatriotas
      Dá uma chance p/ esse filme, juro que cê vai gostar <3
      Bjoo :**

      Excluir
  5. Assisti muitos filmes do Porchat, e sempre achei todos muito rasos pra falar a verdade.
    Esse, por sua vez, se mostrou diferente. Senti que pela primeira vez o elenco cumpriu a proposta do filme, souberam dosar humor e drama sem precisar forçar a barra, destaque pro Fábio que soube lidar com um tema tão pesado de uma maneira tão leve.
    Não digo que é um dos meus filmes favoritos, mas superou minhas expectativas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vi muitos filmes do Porchat, vejo mais o Porta dos Fundos mesmo :P
      E superou mesmo! O elenco tava ótimo (é ótimo) a história também... E pensar que eu não tinha a minha vontade de assistir até ver a entrevista dele p/ o Danilo Gentili <3

      Excluir
  6. Eu lembro que fiquem bem afim de ver esse filme na época de lançamento, mas vi taaaanta gente falando mal que desanimei D: Mas seu post me deixou esperançosa, vai voltar pra lista! Sempre bom ver filmes nacionais que fogem da comédia pastelão.
    Sentimentaligrafia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, sério! Não vai pelo o povo falou não
      acho que quem não gostou foi porque não entendeu =/
      Assiste que você vai gostar sim é profundo e muito bom :3
      Bjoo :***

      Excluir
  7. Olá,

    Indique você para a TAG Liebster Award, discover new blogs.
    Confira lá no blog!

    www.booksimpressions.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou lá veeeeer! <3 <3 <3
      =OOOOOOOOOOOOOOOO
      Bjoooo :**

      Excluir
  8. Ok, não é a primeira resenha que vejo recomendando esse filme e estou sentindo que passou da hora de assistir. Minha questão com cinema brasileiro é que ele se define em extremos, ou é muito bom ou é muito ruim! Pelo visto esse se enquadra na primeira categoria, vou procurar assistir sim!
    Beijos!! Blog Amanda Hillerman

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKKKKKK' nunca tinha pensado nisso, mas é verdade!
      8 ou 80, nunca pode ser 'bonzinho' ou 'ok', sempre MUITO BOM ou TERRÍVEL... Assim fica difícil, né Ancine??
      Assiste, depois volta p/ me contar <3
      Bjoo :**

      Excluir
  9. Eu nunca fui fã do Fabio, e sempre achei comédias muito forçadas. Mas fiquei realmente interessada nesse filme, colocarei na minha lista do filmow ^^

    Você também assistiu Freaks and Geeks? *ooo* muito bommmm
    bruna-morgan.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho ele tão louco, engraçadinho!
      O que não gosto é dos outros fazendo a comédia dele, copiando o modo dele de fazer graça. Isso sim é chato e forçado (vi uma moça no facebook fazendo isso agora pouco) XDD
      É muito booooooooooooooooooom, já quero rever :3
      Bjoo :**

      Excluir
  10. Eu gosto muito do Fábio! Achei legal ele participar de um filme com uma temática tão diferente do que estamos acostumados a ver. E eu AMO filmes que tem final aberto, onde você consegue também colocar sua interpretação junto a do filme. É ótimo! Colocarei na minha listinha para assistir e (assim que conseguir, porque o tempo está complicado) te falo o que achei <3

    Beijos!
    www.janeladesorrisos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooooi, sua lindaa *---*
      Eu também gosto muito dele HEHEHE' (por isso sou super suspeita em falar sobre ele) e esse filme só me fez gostar ainda mais e admirar muito mais o trabalho e a criatividade dele :3
      Espero que assista mesmo, pois eu vou cobrar U_U
      Bjooo :**

      Excluir
  11. O Fábio é um ator incrível e vê-lo em outros papéis que não envolva comédia deve ser surpreendente. Lembro quando o filme lançou, fiquei muito ansiosa para assistir, mas acabei esquecendo. Agora, você veio com esse post e eu me recordei de novo, irei procurar o filme e me aventurar nesse universo do Bruno que pelo o que pude ver, muitas vezes vai de encontro com o meu.
    A resenha ficou ótima!
    Um beijão.

    porfavorjulia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, porque todo mundo desistiu desse filme lindinho??? DDDD:
      Que bom que voltou atrás, sua linda merece um doce :D
      Espero que goste, sério! É muito, muito muito fantástico e delicado, o tipo de filme que merece um lugarzinho especial no <3
      Bjoo :***

      Excluir
  12. Eu sempre corro para ver filmes nacionais que parecem legais, mas por algum motivo esse não me chamou atenção (acho que a forma como ele foi "vendido" não funcionou né hahaha). Depois de ler a sua resenha, sem dúvida vou assistir hahaha Já pode trabalhar no Marketing desse filme hahaha

    Beijosss, Chris Pereira
    http://blogdontstop1.blogspot.com.br/

    PS.: Te indiquei para uma TAG <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKKKKKK' Menina, vou agora mesmo mandar o link p/ a Imagem Filmes p/ divulgação XDDDDD
      Ele foi vendido muito mal mesmo, como 'um filme do Porchat ponto, sem sinopse, sinopse não é importante'. Não avisaram que era Drama e ai muita gente não gostou =/
      Mas assiste, coloca ele de volta no filmow, ame ele, dê comida p/ ele, coloque ele p/ dormir. Cê vai gostar muito <3
      Bjooo :**
      *OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO* MDS morri x_x
      vou lá ver :3

      Excluir