quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

[Resenha] Animais Fantásticos e Onde Habitam

CHEGARAM AS FÉÉÉRIAS! \Õ/ \Õ/
Se eu fechei o semestre com louvor? Com certeza! Agora já posso dizer que sou 20% Psicóloga :P 
E finalmente, depois de algumas semanas, posso voltar a escrever aqui! <3 

claramente eu, fazendo posts :D

E cá estamos! Mais de 5 anos após o lançamento do último filme da saga, Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2 (15 de julho de 2011), de volta a esse universo tão incrivelmente maneiro que J.K. criou... Quem diria!
Como planejado, fui assistir Animais Fantásticos na estréia e foi tão incrivelmente mágico, superou tanto minhas expectativas que me tornei suspeita em dizer qualquer coisa e tive que assistir uma segunda vez para reafirmar a primeira impressão (se foi desculpinha para assistir de novo? 'Magina!)... E não é que acabou sendo melhor que a primeira vez?

Há mais ou menos 1 ano, o primeiro trailer e pôster de Animais Fantásticos e Onde Habitam foram lançados e a internet virou Potterhead, o que não faltou foram posts e vídeos das reações ao trailer. Como era de se esperar, eu também fiz um post e acabei falando sobre o que esperava do filme, porém de forma beeem diferente da maioria (oxi... Você não leu? Como assim? Vemk, clica aqui! \Õ/)E hoje, em resposta a Carol do ano passado, digo: Não precisa ficar com medo não, o filme está incrível e você vai amar. Tanto que vai até assistir duas vezes no cinema - e se empanturrar de pipoca! :D 


Animais Fantásticos e Onde Habitam se passa na Nova York de 1926 com a chegada de Newt Scamander à cidade carregando uma maleta cheia de criaturas capturadas em suas viagens pelo mundo, a fim de estudá-las e catalogá-las em livro (futuramente usado por estudantes de Hogwarts no ensino de Trato das Criaturas Mágicas). Passando pelas ruas de Nova York, a fuga de um de seus animais causa uma pequena confusão em um banco e na tentativa de recapturá-lo, Newt tem sua maleta acidentalmente trocada e aberta pelo trouxa/não-Maj Jacob Kowalski, causando a fuga de cinco de seus animais. Paralelamente, explosões estranhas e sem explicação ocorrem na região ameaçando expor o mundo bruxo.

Primeiramente, esqueça o que aconteceu em Harry Potter, embora este seja um spin-off e carregue muito do universo da saga anterior, Animais Fantásticos acaba sendo diferente em vários aspectos, como a ambientação, a época, as leis e costumes dos bruxos norte-americanos e, principalmente, seu protagonista. Newt Scamander é completamente o oposto do esperado para um aventureiro por ser tímido, introvertido e um pouco desengonçado. Em Hogwarts pertenceu a casa Lufa-Lufa, porém anos depois foi expulso (mas ainda porta uma varinha) por atentar contra a vida humana (com algum animal? Provavelmente!). Sem dúvidas Eddie Redmayne o interpretou de forma excepcional, confesso que a primeira vista algumas coisas na personalidade de Newt me irritaram, como, por exemplo, seu contato visual rápido e desconforto diante de outras pessoas (partes de sua personalidade introvertida) - até concordei quando ele disse que "irrita as pessoas". Mas esta primeira "má" impressão passa assim que o vemos à vontade em contato com seus animais, e fica claro seu amor por eles e o motivo de suas viagens.

Em sua busca pelos animais perdidos, conhece Porpentina "Tina" Goldstein, Jacob Kowalski e Queenie Goldstein. Tina é ex-Auror do Congresso Mágico dos EUA, rebaixada após enfeitiçar uma não-Maj durante suas investigações, e futura esposa de Newt. Jacob e Queenie são personagens impossíveis de não amar e não querer colocar numa maleta com Feitiço Indetectável de Extensão junto com os bichinhos de Newt. Queenie, irmã de Tina, é encantadora, legilimente (ouve pensamentos) e também trabalha no Congresso Mágico, mas como secretária. Jacob é um trouxa que acabou se envolvendo no mundo da magia após ter sua maleta trocada com a de Newt no banco em que fora tentar conseguir empréstimo para abrir uma padaria.


O filme se passa em 1926, ou seja, 3 anos antes da crise que assolou a economia dos Estados Unidos em 1929 e alguns anos após o fim da 1ª Grande Guerra. Estes fatos históricos estão bem presentes nas leis e formação da sociedade bruxa em relação aos trouxas (é possível perceber também que ambas comunidades estiveram ativamente presentes durante a Guerra). As leis da comunidade bruxa americana são extremamente conservadoras, rígidas e segregadoras qualquer tipo de contato com trouxas capaz de expor a magia é proibida, então feitiços de memória são bastante usados.

Embora o filme tenha tido vários acertos, algumas coisas ainda incomodaram e ficaram sem resposta (que podem ser respondidas nos próximos 4 filmes). David Yates (diretor dos 4 últimos filmes da saga Harry Potter) inicia o filme da mesma forma que fez Harry Potter e a Ordem da Fênix, com manchetes de jornais a fim de dar uma geral nos acontecimentos no mundo mágico, de forma a termos noção de que Gellert Grindelwald, bruxos das trevas futuramente derrotado por Dumbledore, está foragido após vários ataques a comunidade bruxa em diversas partes do mundo. Contudo, esse tom de "medo" e "pânico" colocado no início, devido ao desaparecimento de um bruxo perigoso, não está presente ao longo do filme, como se as primeiras e últimas cenas de Grindelwald tivessem sido colocadas de última hora para uma possível sequência. O restante do filme deu destaque para a criatura assustadora que ataca e destrói a cidade, que, à propósito, foi uma surpresa e abre espaço para novas teorias :D

**SPOILER**

O filme deu várias dicas sobre a verdadeira identidade de Percival Graves, como o corte de cabelo, sua atitude suspeita e personalidade manipuladora, a busca paralela à criatura responsável pelos ataques, o modo com fala sobre Dumbledore, e principalmente, o que tornou sua identidade óbvia foi o colar com simbolo das Relíquias da Morte usado por Credence, certamente dado por Percival. 
Quem lembrou de Harry Potter e as Relíquias da Morte, provavelmente matou a charada na cena em que Percival e Credence conversam em um beco e rapidamente surge o simbolo no colar de Credence. No livro, durante o casamento de Gui e Fleur, Vitor Krum fica extremamente aborrecido ao ver Xenofílio Lovegood usando o simbolo das relíquias e diz à Harry que em Durmstrang esta é a marca de Grindelwald, gravada por ele nas paredes da escola e copiada por seus "seguidores". Na mosca! ;)
**FIM DO SPOILER**

Eu não poderia terminar essa resenha sem falar de Credence Grindelwald, certo? Gente, sério! Ezra Miller arrasa. Como assisti apenas ao primeiro trailer, não tinha noção do que esperar, então ele foi uma surpresa das boas e um dos pontos altos do filme. Credence é um garoto perturbado e oprimido, que sofre constantes maus-tratos da mãe e aparenta ter alguns problemas psicológicos (devido aos abusos, talvez?). A interpretação de Ezra foi ótima e incrivelmente forte, conseguiu demonstrar toda dor e o sofrimento que o personagem carregava durante os anos de abuso. Já Johnny Depp como Grindelwald foi totalmente inesperado! Sou fã dele, mas confesso que não tinha grandes expectativas para vê-lo no papel, e realmente, não surpreendeu. Esperava que Grindelwald fosse interpretado por um ator britânico (tinha tantas opções boas...) assim como seu personagem. Mas ok! 

ai mds! Essa cara parte o ❤... T.T

Não há dúvidas de que Animais Fantásticos e Onde Habitam foi um filme mágico, incrível e nostálgico, além de ter várias referências e easter eggs de Harry Potter. Apesar de todas as considerações que escrevi sobre o universo mágico, o que mais gostei foram os bichinhos, me identifiquei muito com a forma como Newt enxerga os animais, o amor e o respeito que tem por eles é lindo e profundo. É um filme que vale a pena ver várias e várias vezes, porque... né? 

Agora só nos resta especular enquanto esperamos o lançamento do próximo filme em 2018 - tá tão longe D=! Algumas coisas já foram confirmadas, como a data de estreia, que será dia 16 de novembro de 2018, os personagens Dumbledore, Grindelwald, Zöe Kravitz como Leta Lestrange, Ezra Miller e o elenco principal :D


Jacob representando geral... Digo isso desde pequena =/

Se você chegou até aqui, Parabéns, esse post ficou gigaaante! E diga, já assistiu ao filme? O que achou? O que gostou? O que não gostou? Superou as expectativas? Qual personagem favorito?
Me conta ai nos comentários :D

4 comentários:

  1. Olá! Eu curto a página do Nerd de Pijama no Facebook há um bom tempo, mas confesso que nunca visitei o blog, é a minha primeira vez por aqui - e acredito que tenha sido destino, afinal, recebi uma notificação sobre essa belezura de post aqui. Começar com o universo mágico da JK é começar com o pé direito, hein? Já estou seguindo por aqui.

    Também sou fã da saga Harry Potter (repare na url do meu blog, rs), e poder voltar a ver toda a magia em ação é no mínimo incrível. Animais Fantásticos é um filme excelente. Mesmo sendo uma spin-off "prequela", com tudo tão diferente de HP, é ainda tão parecido e me fez ter reações tão similares as que tive quando assisti aos outros oito filmes pela primeira vez. Assim como você, também cacei desculpinha para ver no cinema de novo, rs.

    Jacob é de longe meu personagem preferido, uma personalidade incrível, brilhante, bem humorado e a melhor risada do cinema. Credence é incrível, trouxe um ar que eu realmente não esperava ver no filme, me surpreendi muito - e, claro, Ezra *coraçãozinho*. Newt é um fofo, mas seus animais chamam mais a atenção que ele. Pelúcio é um mito divertidíssimo que cativou o público, mas os surtinhos do Tronquilho me conquistaram ainda mais.

    Ah, já estou tão ansiosa para o próximo filme, mal posso esperar!
    Que época boa para se viver!

    Beijos,
    Elfo Livre

    ResponderExcluir
  2. Eu tô com tanta vontade de assistir e sua resenha tá fantástica... PARABÉNS!

    ResponderExcluir
  3. Eu fiquei super apaixonada pelo filme e concordo ctg que me surpreendeu de modo tão positivo <3 Newt é uma personagem que vai te cativando ao poucos e faz você querer ter um amigo como ele e, questionar a ausência da presença da Lufa-Lufa anteriormente. Realmente algumas pontas ficaram mas achei o filme incrível e o ambiente do filme é totalmente diferente do que estávamos acostumados. Jacob é encantador e Queenie *.* Tina teve por várias vezes vontade de bater rsrsrsr Ezra me deixou mega apaixonada por sua interpretação, incrível! Num geral achei que o filme valei a pena si me acho que muita coisa ainda será explicada (espero). adorei seu review! beijos beijos!

    Metamorphya•••

    ResponderExcluir
  4. Só consegui assistir ontem e estou encantada tb. Meu personagem preferido foi o Jacob, não tem como, e estou aqui pensando no proximo filme, ele te que aparecer, tem q recuperar a memoria ^^ e vc falou sobre o carinho do Newt com os animais, achei foooofo o Jacob com eles, nem era bruxo e tinha tanto carinho, ficava admirado com eles.
    Nao acreditei qdo vi o Depp, achei que ele ia aparecer so no segundo filme. Gente vai ser fantastico.
    A atuação do Erza foi indiscutivel. Ele está escalado para o próximo? Hmmmm...
    Realmente algumas coisas ficaram no ar, o que é bem a cara da JK, e a melhor parte. Acho que 2018 ta muito longe. Voltamos a nossa adolescencia, colega. Mais dois anos de espera, essa JK ainda vai nos matar HAHA
    Beijo grande no coração flooooooor

    ResponderExcluir